Polícia Federal encontra R$ 23,6 milhões em contas de um coronel aposentado amigo de Michel Temer

Ao que tudo indica, a Polícia Federal conseguiu com muito sucesso encontrar provas que incriminam ninguém mais ninguém menos que o Presidente da República, Michel Temer. Seriam várias planilhas e extratos bancários apontando para um valor que se aproxima de R$ 20,6 milhões de reais e estaria em contas no comando de um coronel já aposentado denominado como João Baptista Lima Filho e o homem teria outros R$ 3,04 milhões de reais em sua conta pessoal.

Foto:Reprodução

O principal objetivo da Polícia Federal era averiguar e chegar a conclusão se Lima estaria ou não sendo uma espécie de receptáculo, o conhecido intermediário, para as propinas de Michel Temer. Os documentos mostram evidentemente que todo o dinheiro está dividido em contas correntes no nome do coronel e em alguns investimentos.

Vale ressaltar que nos diversos documentos que foram analisados, nenhuma relação com a empresa mais famosa comandada por João Baptista foi encontrada, a Argeplan parece nunca ter existido e essa empresa já tem um certo nome na praça, dona de muitos contratos milionários envolvendo o setor público nos anos que se passaram.

Foto:Reprodução

A própria PF informou que o contador do coronel, Almir Martins, deu depoimento e de acordo com suas palavras, não se lembrava muito bem de quanto a Argeplan ganhava, disse que tinha uma ideia do faturamento líquido, coisa de R$ 100 mil a R$ 200 mil reais por ano. Martins fez questão de informar que o atual patrimônio da empresa gira em torno de R$ 5 milhões de reais.

Nas planilhas que foram encontradas, o valor absurdo de R$ 20,6 milhões de reais tem como data o mês de abril do ano passado. O dinheiro se encontra em contas da PDA Administração e Participação no Bradesco. Voltando para o coronel aposentado, o valor já dito antes de R$ 3,04 milhões de reais se encontra dividido em vários bancos.

Foto:Reprodução

No próprio Bradesco se encontraria R$ 1,8 milhão, no Bando do Brasil outros R$500 mil reais e o restante em diversas outras contas que não foram especificadas. Outra planilha contém detalhes sobre as transações, os tipos de investimentos e mais informações que poderiam denunciar Lima.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*