PM prende ladrão, e ao recuperar o celular descobre que a vítima também foi estuprada

Um policial militar foi realizar a apreensão de um suspeito de roubo. Após recuperar o celular roubado, o PM  descobre pelo WhatsApp da vítima de 17 anos, que  ela também foi estuprada pelo homem.

O homem foi preso na delegacia central da cidade, acusado de roubo e estupro. A policia acredita que ele já tenha cometido estupros antes.

Foto:Reprodução

O policial militar fez a abordagem do suspeito logo após a denúncia, e usou seu celular para investigar o WhatsApp do aparelho que foi roubado, com intenção de localizar a vítima.

Foto:Reprodução

A denúncia foi feita quando uma segunda vítima localizou o suspeito no bairro Jardim Odete, na manhã de terça-feira, 19/03. O homem havia roubado  R$ 90 da mulher, e ela acionou à polícia. A moça descreveu o assaltante segundo as roupas que vestia e sua fisionomia. Começou então a busca pelo suspeito, que foi visto pelos policiais utilizando um telefone público em Santa Isabel. O homem estava sem documentos, não disse seu nome e o celular que estava com ele possuía a tela quebrada e bloqueada, na qual ele não sabia desbloquear.

O cabo, Josafá Batista, utilizou o aparelho roubado para discar o 190. Logo depois ele usou seu ´roprio celular para que pudesse identificar o dono do aparelho. Após migrar o whatsapp do celular roubado para o do policial, ao ler as mensagens o PM se surpreendeu ao perceber que a vítima não só havia sido roubada, como também estuprada pelo autor do crime.

Foto:Reprodução

Havia uma outra viatura acompanhando uma vítima de estupro para o hospital. Após entrar em contato, descobriram que se tratava da mesma jovem. Ela realizou o boletim de ocorrência logo após passar por exames e reconhecimento do autor.

O suspeito não apresentou seus documentos e não foi localizado nos registros do estado de SP. Por conta disso, foi preciso o delegado criar um RG criminal para o homem, com base nas informações passadas à ele para a prisão em flagrante. A polícia acredita que ele não seja de São Paulo, e que seja autor de outros estupros.

1 Trackback / Pingback

  1. Ao Vivo: Lula discursa ao vivo na sede dos metarlúgicos e multidão acompanha -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*