Pezão afirma que vida política é cruel e pretende abandonar o meio em 2019

Luiz Fernando Pezão, atual governador do Rio de Janeiro afirma que não é fácil a vida de político e que está cansado de não poder ‘dar palpites’, ou seja, ele pretende abandonar o cargo e se assumir  ex-governador fluminense.

‘’Acho muito cruel a vida do político’’, declarou Pezão. Ele declarou também que é muito difícil ser político, pelo fato de que se ele tentar um emprego em alguma empresa na qual ele deu algum beneficio fiscal ou um cargo público ele ‘apanha’, ou seja, a perseguição é maior quando se está no meio político.  Segundo ele, com a aposentadoria que recebe , em torno de 5.100 reais e também o de sua mulher, não dá para sobreviver.

‘’Joga todo mundo na vala comum, parece que o mal é só na política, pô. Quem vai resolver os problemas são os políticos. Não se faz política sem político”, disse o governador, afirmando que o clima na política não é muito agradável.

Luiz Fernando declarou não possuir candidato para governo do estado, mas que votará em Eduardo Paes. Quanto a presidência, Pezão diz não ter ainda em quem votar, e disse ainda que anda trabalhando muito e que não está tendo tempo de ‘ficar olhando muito eleição’.

Pezão ainda fez piada com Marcelo Crivella, dizendo que havia livrado ele. ”Crivella, te livrei de uma, hein, cara, imagina você no meio disso aqui?”, brincou o governador.

O governador afirma estar muito ocupado com seus trabalhos e que deve se abster do cargo em 2019. “Tenho feito muita obras, toda sexta inauguro obras. Estou fazendo o maior investimento de saneamento do Brasil, botando água na Baixada Fluminense inteira. De 15 em 15 dias inauguro obra”, declarou.

 

Fonte: Último Segundo IG

Talvez você possa se interessar por esses artigos abaixo:

Saiba o motivo para o TRF-4 ter negado o pedido de Lula para participar de debate na Band

Segundo recente pesquisa do Datafolha, Marina ganhará de Bolsonaro em segundo turno

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*