O verdadeiro motivo de nossas orelhas esquentarem e ficarem vermelhas de repente

Há muito tempo, desde nossos antepassados mais antigos, a raça humana vem buscando resposta para coisas que das quais não tinha conhecimento algum. E hoje não é diferente, nós continuamos buscando resposta para dúvidas frequentes que ainda não foram explicadas.

A curiosidade já é algo natural do homem, o desejo de saber de onde certas coisas vêm. Mesmo que já tenhamos conseguido explicar muitas coisas, ainda há aquelas que nos deixam confusos e curiosos.

Há uma dúvida que nos cerca há muitos e muitos anos. Por que as nossas orelham costumam ficar quentes e vermelhas de repente?

Foto:Reprodução

O verdadeiro motivo

Em diversos cantos do Brasil, eles nos dão muitas respostas diferentes para a mesma pergunta, existem várias explicações. Mas, como muitos já sabem, a explicação mais aceita até hoje por nós brasileiros é de que, quando sua orelha está vermelha e quente, há alguém falando de você, sejam coisas boas ou ruins.

Foto:Reprodução

Essa superstição vem nos cercando há milhares de anos, e vem ganhando força conforme o tempo vai passando. As pessoas costumam dizer, inclusive, que se for a orelha esquerda, há alguém falando mal de você e te difamando, mas se for a orelha direita, há alguém te elogiando e falando coisas boas sobre você.

Há quem diga que se as meninas morderem a alça do sutiã ou se os meninos morderem a gola da camisa, a pessoa que estaria falando mal de você morderia a língua no mesmo instante.

Mas, o que de fato acontece?

Foto:Reprodução

Alguns especialistas afirmam que não há qualquer ligação dos fatos. As orelhas quentes e vermelhas não tem qualquer ligação com a fofoca alheia sobre sua pessoa, como diz a superstição. Eles afirmam que isso ocorre quando os vasos sanguíneos começam a se dilatar, o que é um processo natural e sem prejuízos. O nervosismo e o estresse também são fatores que podem ocasionar esse fenômeno. Porém, o consumo de álcool, a febre, enxaquecas e o uso de remédios vasodilatadores são os maiores causadores do problema.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*