O caso do “Dr. Bumbum”, a polêmica após paciente ter perdido a vida por causa de um procedimento estético

Após a morte lamentável da bancária Lilian, levantou muitas curiosidades, dúvidas e polêmicas sobre os famosos preenchimentos estéticos. Mulheres buscam através de cirurgias plásticas, preenchimentos o desejado corpo e aparência perfeita, por questões de vaidades.

O que por muitas vezes pode levar a terríveis sequelas ou até mesmo a morte, pelo uso do famoso PMMA (micropartículas de acrílicos) usado para dar volume, aumentar o bumbum, mas o uso dele é proibido em geral, mas acaba sendo usado sem as pacientes por muitas vezes estarem cientes.

A primeira complicação pode ser quando aplicar, perfurar uma veia e acabar entupindo, gerando inflamação na pele, que fica visível a olho nu através de caroços e roxos. Quando você vai fazer qualquer procedimento, procurar um profissional que seja capacitado para tal procedimento, procurar ver se o mesmo tem um local adequado, a bancária Lilian procurou o doutor Bumbum que realizou seu procedimento em um local totalmente fora do permitido, em um apartamento, localizado na Barra da Tijuca RJ, local onde foi encontrado uma quantia generosa de PMMA produto não aconselhável e permitido para esse tipo de preenchimento.

A real causa da morte da bancária ainda não foi confirmada, ainda não se tem o laudo sobre a causa, mas a uma grande chance de ser o uso do PMMA sendo que hoje em dia é utilizado o enxerto de gordura e não o composto encontrado.

O médico Denis Furtado o doutor bumbum, em conversa com a imprensa o mesmo se declara inocente e diz que morte da bancária Lilian não teria sido pelo procedimento. Sua namorada havia sido presa, mas está para ser solta ainda nesta manhã do dia 8.

Após esse caso, está aparecendo muitas denúncias e muitos "profissionais" estão sendo investigados Antes de fazer qualquer procedimento se lembre de pesquisar muito bem a respeito do profissional que você irá escolher.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*