Julgamento que pode libertar Lula em plenário virtual começa hoje as 0h

O julgamento que poderá decidir se Lula responderá ficará em liberdade ou não começa hoje (4) a meia noite. O julgamento acontecerá por meio do plenário virtual. Sendo assim não há necessidade de que os ministros se reúnam presencialmente para dar seus votos. O voto será feito através do meio eletrônico.

Foto:Reprodução

Luiz Inácio Lula da Silva está preso desde o dia 7 de abril. Foi o juiz Sérgio Moro quem determinou a execução provisória de sua condenação de 12 anos de prisão na ação penal que diz respeito ao tríplex do Guarujá. Nesse recurso que será julgado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) poderá haver a decisão de que Lula aguardará toda a apuração do processo em liberdade.

Foto:Reprodução

A defesa do petista acredita que o ex-presidente Lula deve ficar livre e que a prisão dele em segunda instância deveria ocorrer apenas quando terminasse o trânsito em julgado no TRF4. Vale ressaltar que os ministros da Segunda Turma da Corte que são responsáveis por essa ação terão até as 23h59 do dia 10 de maio para dar uma decisão final.

Foto:Reprodução 

Ainda assim, pode existir a possibilidade de que a decisão tomada pela turma seja divulgada antes do prazo máximo estipulado. Dias Tofoli, Ricardo Lewandowski, Gilmes Mendes, Celso de Mello e Edson Fachin (presidente) são os integrantes da segunda turma.

Como será a votação da Segunda Turma do STF

Edson Fachin é o relator do processo. Assim que ele inserir seu voto no sistema, o mesmo poderá ser visto pelos demais colegas que compõem a turma. Após feito isso, os demais ministros terão sete dias corridos para que assim possam manifestar seu voto através do sistema eletrônico. Os outros ministros irão se manifestar dizendo se acompanham ou não o voto do relator e se existe ou não ressalvas. Acredita-se que no dia seguinte da votação o resultado será divulgado. Ainda vale frisar que se por acaso nesse período algum ministro não registrar seu voto será entendido como voto do relator. Se por acaso houver algum pedido de vista a decisão é transferida para um julgamento presencial.

1 Trackback / Pingback

  1. Gleisi Hoffmann visitou Lula e saiu com olhos marejados e fez revelações -

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*