Gleisi Hoffmann visitou Lula e saiu com olhos marejados e fez revelações

© Rodolfo Buhrer / Reuters

Hoffmann é senadora e presidente do PT. Na última quinta-feira ela fez uma visita ao ex-presidente Lula. Gleisi revelou durante uma reportagem que Ciro Gomes não foi pauta de sua conversa com Luiz Inácio Lula da Silva. “Não é pauta do PT nem da conversa”, falou Gleisi a imprensa.

Para que ela pudesse visitar Luiz houve uma negociação em Curitiba (PR) com a PF (Polícia Federal), sendo assim o ex-governador da Bahia Jaques Wagner e Gleisi Hoffmann conseguiram visitar Luiz Inácio. Ficou acertado que além da família do ex-presidente mais duas pessoas poderão visita-lo nas tardes de quinta-feira.

Julgamento que pode libertar Lula em plenário virtual começa hoje as 0h

Wagner Jaques afirmou que todos os apoiadores de Inácio estão com ele até o fim. Jaques ainda frisou que não tem outro pensamento a não ser o de travar uma jornada para conseguir provar que Lula é realmente inocente de todas as acusações. Ele ainda disse que se por acaso Lula ficar impedido de concorrer a corrida presidencial, todas as possibilidades de candidatura serão discutidas após isso.

Com olhos marejados e um papel rabiscado, Gleisi deixou o prédio da PF. Ela contou que Lula lhe fez um pedido que era que ela anotasse alguns dados para que posteriormente ela levasse ao povo. Os dois também conversaram a respeito da situação econômica do país. Segundo Gleisi, o ex-presidente tem feito leitura e analisando tudo o que ele realizou em prol do país quando foi presidente.

Laurian faz novas revelações a respeito de Lula “A verdade vencerá”

Lula questionou as afirmações da direita no qual consideravam que com a saída do PT da presidência a situação do país iria melhorar, pois eram eles que estavam fazendo com que a dívida pública se tornasse uma bola de neve. Entre as escritas no papel estavam dados sobre várias coisas do setor econômico, inclusive dados sobre desemprego, lucro dos bancos, Bolsa Família, PIB, juros e investimentos.

Ainda de acordo com a presidente do PT, Lula e ela não discutiram sobre o processo que ele responde. A senadora afirmou que o petista fica o tempo inteiro pensando na situação do país e é isso que o motiva a ser candidato, pois ele acredita ser capaz de reverter o que foi classificado como “destruição” do Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*