Garotinho de 3 anos quase perde seus dedos dos pés após brincar na praia

O que todo brasileiro faz nos feriados e finais de ano? Vai para praia curtir é claro, bom se não todos, podemos dizer que mais da metade faz isso, saem em busca de uma boa praia para poder curtir um solzinho, nadar um pouco e se divertir na areia.

Foto:Reprodução

Na verdade é difícil não gostar disso tudo, esse momento de puro lazer acabou se transformando em um verdadeiro inferno para os pais de um garotinho de apenas 3 anos de idade chamado Jacob. Isso porque o garoto se feriu gravemente nas areias da praia.

Tudo aconteceu nas praias da Dinamarca, nas redondezas de Roskilde. As coisas estavam tranquilas e a mãe, Katja Kafling, estava aproveitando o sol junto ao seu amado Jacob quando um algo terrível aconteceu. Como toda criança não sossega, Jacob começou a correr pela praia e foi nesse momento que ele pisou em um pedaço de carvão que ainda estava em brasa.

Foto:Reprodução

O carvão estava muito bem soterrado pela areia, indicando que poderia ter ocorrido um incêndio ali naquele local nas ultimas horas e o fogo foi apagado usando a areia do local. Katja sem saber de nada disso foi até aquela área para aproveitar a vida ao lado de Jacob e acabou pagando um preço caro.

O garotinho sofreu queimaduras gravíssimas e precisou ir frequentemente ao hospital durante um longo ano para poder passar por alguns procedimentos que causam muita dor, porém, que eram necessários. A dor era tanta que em muitas vezes Jacob gritava e chorava de dor, sem falar que existia um risco real de ficar sem os dedos de seus pés.

Foto:Reprodução

Porém, devemos aplaudir de pé os médicos envolvidos na recuperação de Jacob, eles foram capazes de salvar os dedos da criança depois de muitas tentativas. Devemos também parabenizar o garotinho pelo seu esforço, ele foi muito forte agüentando todos os procedimentos cirúrgicos e os de reabilitação.

Mesmo depois de anos após o incidente, a mãe confessou que ainda é doloroso lembrar-se do caso, que mesmo com seu amado totalmente recuperado, as cicatrizes estão nele e em suas lembranças, ela agora busca evitar que coisa parecida aconteça aos filhos de outras pessoas, pede mais atenção com as crianças na praia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*