Ela estava com câncer, até que um tratamento salvou sua vida

O câncer pode ser considerado como um dos maiores inimigos da humanidade. Ele é uma doença que na maioria dos casos leva a morte de seu portador e mesmo com tratamentos caros, a dor é intensa e tais tratamentos sempre são cansativos e extremamente rigorosos.

Foto:Reprodução

Ainda nem chegamos a falar do drama que a pessoa passa a viver. Não há garantias de que esse sofrimento chegue a um final, um final feliz é claro. Em todos os cantos do mundo existem pesquisadores trabalhando duro para poder encontrar uma cura para o câncer, uma que seja garantida e dê um fim a este terrível inimigo.

Hoje vamos falar de um tratamento novo que conseguiu curar o câncer de uma mulher que já estava em estado terminal. Poder parecer surreal, mas aconteceu. Confira logo abaixo:

Trata-se de Judy Perkins que foi diagnosticada com câncer no ano de 2013, um de estágio quatro e que rapidamente afetou todo o seu corpo. Ela não tinha mais nada a perder, seu fim era eminente e devido às circunstâncias decidiu servir de cobaia para um tratamento experimental.

Foto:Reprodução

Naquela época ela conseguiu se safar, porém, 10 anos mais tarde outro câncer surgiu e este não tinha escapatória. Foram inúmeras sessões de quimioterapia e tratamentos hormonais, nada dava jeito e as coisas só pioravam. De acordo com suas próprias palavras, percebeu que iria morrer e se sentiu triste por sua família, mas nenhum arrependimento pela vida que viveu.

Foi então que o Dr. Steven, especialista do Instituto Nacional do Câncer, apareceu com seu trabalho e explicou tudo para Judy. Ele queria identificas as células que estavam lutando contra o câncer, com muita pesquisa Steven descobriu a célula T, uma que combate outras células cancerígenas.

Foi dessa maneira que o doutor conseguiu livrar Perkins de seu câncer, retirando e multiplicando suas células T. Apenas 10 dias após o início do tratamento ela já estava bem melhor e depois de 2 anos e meio, se viu curada.

Foto:Reprodução

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*