Desembargadora que ofendeu Marielle pediu fuzilamento de Jean Wyllys

Fonte: A desembargadora em foto do seu perfil no Facebook.

Segundo uma publicação feita pelo site MSN, o PSOL fez uma representação contra a desembarcadora Marilia Castro Neves. De acordo com a publicação o partido acionou o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) pois em uma outra postagem a desembarcadora sugeriu que o único parlamentar homossexualmente assumido Jean Willis fosse fuzilado.

Essa postagem foi feita em 2015 e ela ainda afirma que o parlamentar não valha o bala que o mate e o pano que fosse usado para limpá-lo. Um seguidor comentou na postagem da desembarcadora e disse que Jean gostaria de ser fuzilado sob a condição de que ele pudesse ficar de costas. Vieira respondeu de uma forma que muitas pessoas consideraram homofóbica dizendo ter dúvidas, uma vez que o “projétil é fininho”.

Castro também disparou em uma postagem contra a Lei Maria da Penha. Vale lembrar que a estimativa é que essa LEI tenha evitado até 250.000 mortes.

Fake News a respeito de Marielle

Marielle era vereadora pelo PSOL e ativista. Semana passada foi brutalmente executada com disparos na cabeça. A postagem polêmica feita pela desembarcadora desencadeou uma série de comentários. Diante disso ela emitiu uma nota esclarecendo que houve preciptação ao divulgar informações que teria lido no próprio facebook.

Ela disse:

“A conduta mais ponderada seria a de esperar o término das investigações, para então, ainda na condição de cidadã, opinar ou não sobre o tema”

“Reitero minha confiança nas instituições policiais, esperando, como cidadã, que este bárbaro crime seja desvendado o mais rápido possível. Independentemente do que se conclua das investigações, a morte trágica de um ser humano é algo que se deve lamentar e seus algozes merecem o absoluto rigor da lei”.

Quem se interessava pela execução de Franco? A Veja fez um vídeo muito interessante a respeito desse tema e vale a pena assistir.

Talvez você possa se interessar por esses artigos:

Lula fala em suicídio? Saiba tudo sobre esse assunto

Professora abusa de aluno e ainda envia vídeo íntimo, segundo acusação

Professora mandava ‘nudes’ e exigia manter relações íntimas para aumentar notas de alunos. Veja o vídeo;

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*