Alunos da rede pública do RS podem se autodeclarar transgêneros e ter a mudança em documentos escolares

Um dos assuntos mais descutidos nos últimos tempos, homossexualidade, gênero sexual, opção sexual, agora ganhou mais um novo capitulo.

O STF já havia autorizado a troca de nome em documentos de transgêneros e transexuais, até mesmo aqueles que não passaram por cirurgia.

Ocorreu muitos votos afavor e contra essa decisão, mas venceu a maioria e para esta troca de nome, basta ir ao cartório e a principal medida é o constrangimento que o nome pode trazer a pessoa. Com isso já foi liberado a troca, mas vale lembrar, é fácil fazer essa troca, porém tem casos em que as pessoas querem voltar com seu nome "original" e o processo para isso é mais demorado e complicado.

Agora mais um feito ganho foi que alunos da rede pública do estado do Rio Grande do Sul, poderão mudar seus nomes, poderão usar seus nomes sociais nos documentos escolares, tais como boletins, diplomas, certificados.. 

Agora basta você se autodeclarar transgênero para pode fazer mais essa mudança, essas pessoas teram que protocolar um pedido a Coordenadoria Regional de Educação (CTR) ou para a Secretaria da Educação de Porto Alegre, não é necessário pedido judicial ou seja nada de advogado. Vá até a Secretária de Educação e se informe sobre o procedimento.

Mais um feito que marca um passo a frente na luta para igualdade de gêneros.

Ainda existe muito preconceito, intolerância e discriminação em todas as formas de manifestação. Mas organizadores e apoiadores da luta LGBT comemoram apesar desta luta ainda estar longe de terminar.

Fonte: G1

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*